quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Entardecer




Ao entardecer,
Instintos em lhe querer!
Assim que o azul vai embora,
O vento bate a minha porta,
Trazendo a sua lembrança,
Quando o alaranjado desponta no horizonte,
Sua presença se faz constante,
De repente,
O céu é coberto pela escuridão,
E me entrego a solidão.
A noite afugenta meus sentimentos,
Levando todos os pensamentos.

3 comentários:

  1. BElo espaço, belo post, PARABÉNS!!!

    Acompanhe meu trabalho...
    http://mailsonfurtado.com

    Grato desde já!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo elogio!

    provavel que exista registro sim ... agora teria que ver no arquivo público o que tem dispovivel pra pesquisar, muitos jornais já estão indisponiveis por causa do desgaste, especialmente esses do final do séc. 19 e inicio do sec. 20 ... vou pesquisar depois ti dou a resposta ...

    ResponderExcluir